Filtrar Produtos
  • Categorias
  • Autores
Filtrar

Introdução ao estudo dos Dogmas da Igreja Católica

Introdução ao estudo dos Dogmas da Igreja Católica
Fabricante: Martyria Editora
Modelo: Livro
Disponibilidade: Em Estoque
Preço: R$ 55,00
Qtd:     - OU -   Lista de Desejos
Comparar

O presente livro, mesmo sendo considerado apenas “introdutório” pelo autor, é de certo modo um “Tratado” de Teologia Dogmática, mais especificamente Cristologia, Eclesiologia, Sacramentos e Símbolo da Fé. O texto favorece uma leitura agradável, de fácil compreensão, bastante didático por adotar uma linguagem acessível, sem perder a cientificidade por meio de uma bibliografia riquíssima e atualizada. Trata-se de um “Manual” de consulta, bastante completo, claro e coerente no que se propôs a ser. As referências bíblicas são abundantes, afirmando a Sagrada Escritura como fonte primeira de toda produção.

Este livro procura explicar o que são, como surgiram e qual o significado e a finalidade dos Dogmas da Igreja Católica, mostrando a sua centralidade na Palavra de Deus.

Com Imprimatur da Diocese de Bauru/SP.

Clique aqui para ver a versão digital (ebook Kindle) na Amazon.

SUMÁRIO:

Prefácio (Pe. Luiz Antônio Lopes Ricci)  

Apresentação
Capítulo I - Alguns importantes conceitos preliminares
A Revelação
O Depósito da Fé (depositum fidei)
O Sagrado Magistério
A Sucessão Apostólica
A Sagrada Tradição
Os Padres da Igreja
Padres gregos e Padres latinos
Padres da Capadócia
Padres do Deserto
Doutores da Igreja
Os Santos Padres e a Tradição
A Doutrina Católica
A Fé
Resumindo até aqui
Capítulo II: Primeiros “contatos” com os dogmas
O que é um Dogma?
Qual o problema com os Dogmas?
O repúdio “moderno” aos dogmas
Capítulo III: Podem os dogmas ser objeto de estudos?
Fatos e Mistérios da fé cristã
Capítulo IV: Antes dos dogmas
O Kérygma
Os Símbolos da Fé
O Símbolo dos Apóstolos
Símbolo Niceno-Constantinopolitano
Credo de Atanásio (Símbolo Quicumque)
O Símbolo dos Apóstolos é bíblico?
Capítulo V: O nascimento dos dogmas cristãos
Heresias
Apologética
Ortodoxia, heterodoxia e heresia
As origens das heresias
As primeiras heresias
Os judaizantes
O gnosticismo
Manter a unidade
Capítulo VI: Ainda as heresias
As principais heresias “cristãs”
Por que tantas heresias?
Capítulo VII: O que é Excomunhão
O Código de Direito Canônico
As finalidades da Excomunhão
A Excomunhão é bíblica?
Anátema
Capítulo VIII: Hipóteses, Verdades de fé e Dogmas
Desenvolvimento do dogma
O 5º dogma Mariano
Um Concílio aprofunda declaração dogmática de outro Concílio
Deus é Um em três Pessoas. Três pessoas?
Hierarquia dos Dogmas: o que é isso?
Capítulo IX: Os Concílios da Igreja Católica
“Pareceu bem ao Espírito Santo…”
Concílios Ecumênicos
Capítulo X: Os 21 Concílios Ecumênicos
1. Concílio de Nicéia I
2. Concílio de Constantinopla I
3. Concílio de Éfeso
4. Concílio de Calcedônia
5. Concílio de Constantinopla II
6. Concílio de Constantinopla III
7. Concílio de Nicéia II
8. Concílio de Constantinopla IV 
9. Concílio de Latrão I
10. Concílio de Latrão II
11. Concílio de Latrão III
12. Concílio de Latrão IV 
13. Concílio de Lyon I (França)
14. Concílio de Lyon II
15. Concílio de Vienne (França)
16. Concílio de Constança (Alemanha)
17. Concílio de Basileia-Ferrara-Florença 
18. Concílio de Latrão V 
19. Concílio de Trento
20. Concílio do Vaticano I
21. Concílio do Vaticano II
Capítulo XI: Voltando aos Dogmas
A autoridade da Igreja
O que é a Verdade?
Infalibilidade
Os Dogmas e os Papas
Capítulo XII: Os Dogmas Católicos
Quantos são os Dogmas?
Capítulo XIII: Creio em um só Deus
1. Deus existe, e pode ser reconhecido à luz da razão natural
Conhecimento de Deus por analogia 
2. A existência de Deus é objeto de fé 
3. Deus é Único 
4. Deus é Eterno
5. Tudo o que existe foi criado por Deus a partir do nada 
6. Caráter temporal do mundo 
7. Conservação do mundo
Capítulo XIV: Creio em Jesus Cristo
8. Jesus Cristo, ainda que homem, é filho natural de Deus 
9. Jesus Cristo é verdadeiro Deus e Filho de Deus por essência
10. Jesus possui duas naturezas que não se transformam nem se misturam 
11. Cada uma das duas naturezas em Cristo possui uma própria vontade física e uma própria operação física
Capítulo XV: Por nós homens, e para a nossa salvação
12. O homem é formado por corpo material e alma espiritual
13. O pecado de Adão se propaga a todos por geração, não por imitação
14. O homem caído não pode redimir-se a si próprio
Capítulo XVI: Nasceu da Virgem Maria
15. A Imaculada Conceição de Maria
16. Maria, Mãe de Deus 
17. A Assunção de Maria
18. Maria, Virgem  
Capítulo XVII: Foi crucificado, morto e sepultado 
19. Cristo imolou-se a si mesmo na cruz como verdadeiro e próprio sacrifício 
20. Cristo nos resgatou e reconciliou com Deus por meio do sacrifício de sua morte na cruz 
Capítulo XVIII: Ressuscitou ao terceiro dia
21. Ao terceiro dia após sua morte, Cristo ressuscitou glorioso dentre os mortos
22. Cristo subiu em corpo e alma aos céus e está sentado à direita de Deus Pai
23. A segunda vinda de Cristo e o fim do mundo 
24. O juízo particular
25. O juízo universal
Capítulo XIX: Creio no Espírito Santo
26. A Santíssima Trindade 
Capítulo XX: Creio na Igreja Católica
27. A Igreja foi fundada por Jesus Cristo
28. Cristo constituiu Pedro como primeiro entre os Apóstolos e cabeça visível de toda Igreja, conferindo-lhe o primado da jurisdição.
29. A Ordem é verdadeiro e próprio sacramento instituído por Cristo
30. O Papa possui o pleno e supremo poder de jurisdição sobre toda a Igreja, seja nas coisas de fé e costumes, seja nas de disciplina e governo da Igreja
31. O Papa é infalível sempre que se pronuncia Ex Cathedra
32. A Igreja é infalível quando faz definição em matéria de fé e de costumes
Capítulo XXI: Creio na remissão dos pecados
33. O batismo é verdadeiro sacramento instituído por Jesus Cristo
34. A Confirmação é verdadeiro e próprio sacramento
35. A Eucaristia é verdadeiro e próprio Sacramento instituído por Jesus Cristo
36. Cristo está presente no sacramento do altar pela transubstanciação de toda a substância do pão em seu corpo e toda substância do vinho em seu sangue
37. A Igreja recebeu de Cristo o poder de perdoar os pecados cometidos após o Batismo
38. A Confissão sacramental dos pecados está prescrita por direito divino e é necessária para a salvação
39. A Unção dos Enfermos é verdadeiro e próprio sacramento instituído por Cristo
40. O Matrimônio é verdadeiro e próprio sacramento instituído por Cristo
Capítulo XXII: Creio na ressurreição da carne 
41. A morte e sua origem 
42. A ressurreição dos mortos no último dia
Capítulo XXIII: Creio na vida eterna
43. O Paraíso
44. O inferno
45. O Purgatório
Considerações finais
Apêndice ao Capítulo I: Os Doutores da Igreja
Apêndice ao Capítulo IV: O Credo do Povo de Deus
Apêndice ao Capítulo V: O cânon, livros canônicos e livros apócrifos
Apêndice ao Capítulo XII: Os Dogmas, segundo Ludwig Ott
Bibliografia 

Livro
Assunto Teologia Dogmática
Autor Sérgio Paulo Roberto
Editora Martyria
Formato Brochura 23x16cm
Páginas 424
ISBN 978-85-67109-24-4
Idioma Português

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Descrição

O presente livro, mesmo sendo considerado apenas “introdutório” pelo autor, é de certo modo um “Tratado” de Teologia Dogmática, mais especificamente Cristologia, Eclesiologia, Sacramentos e Símbolo da Fé. O texto favorece uma leitura agradável, de fácil compreensão, bastante didático por adotar uma linguagem acessível, sem perder a cientificidade por meio de uma bibliografia riquíssima e atualizada. Trata-se de um “Manual” de consulta, bastante completo, claro e coerente no que se propôs a ser. As referências bíblicas são abundantes, afirmando a Sagrada Escritura como fonte primeira de toda produção.

Este livro procura explicar o que são, como surgiram e qual o significado e a finalidade dos Dogmas da Igreja Católica, mostrando a sua centralidade na Palavra de Deus.

Com Imprimatur da Diocese de Bauru/SP.

Clique aqui para ver a versão digital (ebook Kindle) na Amazon.

SUMÁRIO:

Prefácio (Pe. Luiz Antônio Lopes Ricci)  

Apresentação
Capítulo I - Alguns importantes conceitos preliminares
A Revelação
O Depósito da Fé (depositum fidei)
O Sagrado Magistério
A Sucessão Apostólica
A Sagrada Tradição
Os Padres da Igreja
Padres gregos e Padres latinos
Padres da Capadócia
Padres do Deserto
Doutores da Igreja
Os Santos Padres e a Tradição
A Doutrina Católica
A Fé
Resumindo até aqui
Capítulo II: Primeiros “contatos” com os dogmas
O que é um Dogma?
Qual o problema com os Dogmas?
O repúdio “moderno” aos dogmas
Capítulo III: Podem os dogmas ser objeto de estudos?
Fatos e Mistérios da fé cristã
Capítulo IV: Antes dos dogmas
O Kérygma
Os Símbolos da Fé
O Símbolo dos Apóstolos
Símbolo Niceno-Constantinopolitano
Credo de Atanásio (Símbolo Quicumque)
O Símbolo dos Apóstolos é bíblico?
Capítulo V: O nascimento dos dogmas cristãos
Heresias
Apologética
Ortodoxia, heterodoxia e heresia
As origens das heresias
As primeiras heresias
Os judaizantes
O gnosticismo
Manter a unidade
Capítulo VI: Ainda as heresias
As principais heresias “cristãs”
Por que tantas heresias?
Capítulo VII: O que é Excomunhão
O Código de Direito Canônico
As finalidades da Excomunhão
A Excomunhão é bíblica?
Anátema
Capítulo VIII: Hipóteses, Verdades de fé e Dogmas
Desenvolvimento do dogma
O 5º dogma Mariano
Um Concílio aprofunda declaração dogmática de outro Concílio
Deus é Um em três Pessoas. Três pessoas?
Hierarquia dos Dogmas: o que é isso?
Capítulo IX: Os Concílios da Igreja Católica
“Pareceu bem ao Espírito Santo…”
Concílios Ecumênicos
Capítulo X: Os 21 Concílios Ecumênicos
1. Concílio de Nicéia I
2. Concílio de Constantinopla I
3. Concílio de Éfeso
4. Concílio de Calcedônia
5. Concílio de Constantinopla II
6. Concílio de Constantinopla III
7. Concílio de Nicéia II
8. Concílio de Constantinopla IV 
9. Concílio de Latrão I
10. Concílio de Latrão II
11. Concílio de Latrão III
12. Concílio de Latrão IV 
13. Concílio de Lyon I (França)
14. Concílio de Lyon II
15. Concílio de Vienne (França)
16. Concílio de Constança (Alemanha)
17. Concílio de Basileia-Ferrara-Florença 
18. Concílio de Latrão V 
19. Concílio de Trento
20. Concílio do Vaticano I
21. Concílio do Vaticano II
Capítulo XI: Voltando aos Dogmas
A autoridade da Igreja
O que é a Verdade?
Infalibilidade
Os Dogmas e os Papas
Capítulo XII: Os Dogmas Católicos
Quantos são os Dogmas?
Capítulo XIII: Creio em um só Deus
1. Deus existe, e pode ser reconhecido à luz da razão natural
Conhecimento de Deus por analogia 
2. A existência de Deus é objeto de fé 
3. Deus é Único 
4. Deus é Eterno
5. Tudo o que existe foi criado por Deus a partir do nada 
6. Caráter temporal do mundo 
7. Conservação do mundo
Capítulo XIV: Creio em Jesus Cristo
8. Jesus Cristo, ainda que homem, é filho natural de Deus 
9. Jesus Cristo é verdadeiro Deus e Filho de Deus por essência
10. Jesus possui duas naturezas que não se transformam nem se misturam 
11. Cada uma das duas naturezas em Cristo possui uma própria vontade física e uma própria operação física
Capítulo XV: Por nós homens, e para a nossa salvação
12. O homem é formado por corpo material e alma espiritual
13. O pecado de Adão se propaga a todos por geração, não por imitação
14. O homem caído não pode redimir-se a si próprio
Capítulo XVI: Nasceu da Virgem Maria
15. A Imaculada Conceição de Maria
16. Maria, Mãe de Deus 
17. A Assunção de Maria
18. Maria, Virgem  
Capítulo XVII: Foi crucificado, morto e sepultado 
19. Cristo imolou-se a si mesmo na cruz como verdadeiro e próprio sacrifício 
20. Cristo nos resgatou e reconciliou com Deus por meio do sacrifício de sua morte na cruz 
Capítulo XVIII: Ressuscitou ao terceiro dia
21. Ao terceiro dia após sua morte, Cristo ressuscitou glorioso dentre os mortos
22. Cristo subiu em corpo e alma aos céus e está sentado à direita de Deus Pai
23. A segunda vinda de Cristo e o fim do mundo 
24. O juízo particular
25. O juízo universal
Capítulo XIX: Creio no Espírito Santo
26. A Santíssima Trindade 
Capítulo XX: Creio na Igreja Católica
27. A Igreja foi fundada por Jesus Cristo
28. Cristo constituiu Pedro como primeiro entre os Apóstolos e cabeça visível de toda Igreja, conferindo-lhe o primado da jurisdição.
29. A Ordem é verdadeiro e próprio sacramento instituído por Cristo
30. O Papa possui o pleno e supremo poder de jurisdição sobre toda a Igreja, seja nas coisas de fé e costumes, seja nas de disciplina e governo da Igreja
31. O Papa é infalível sempre que se pronuncia Ex Cathedra
32. A Igreja é infalível quando faz definição em matéria de fé e de costumes
Capítulo XXI: Creio na remissão dos pecados
33. O batismo é verdadeiro sacramento instituído por Jesus Cristo
34. A Confirmação é verdadeiro e próprio sacramento
35. A Eucaristia é verdadeiro e próprio Sacramento instituído por Jesus Cristo
36. Cristo está presente no sacramento do altar pela transubstanciação de toda a substância do pão em seu corpo e toda substância do vinho em seu sangue
37. A Igreja recebeu de Cristo o poder de perdoar os pecados cometidos após o Batismo
38. A Confissão sacramental dos pecados está prescrita por direito divino e é necessária para a salvação
39. A Unção dos Enfermos é verdadeiro e próprio sacramento instituído por Cristo
40. O Matrimônio é verdadeiro e próprio sacramento instituído por Cristo
Capítulo XXII: Creio na ressurreição da carne 
41. A morte e sua origem 
42. A ressurreição dos mortos no último dia
Capítulo XXIII: Creio na vida eterna
43. O Paraíso
44. O inferno
45. O Purgatório
Considerações finais
Apêndice ao Capítulo I: Os Doutores da Igreja
Apêndice ao Capítulo IV: O Credo do Povo de Deus
Apêndice ao Capítulo V: O cânon, livros canônicos e livros apócrifos
Apêndice ao Capítulo XII: Os Dogmas, segundo Ludwig Ott
Bibliografia 

Especificação

Livro
Assunto Teologia Dogmática
Autor Sérgio Paulo Roberto
Editora Martyria
Formato Brochura 23x16cm
Páginas 424
ISBN 978-85-67109-24-4
Idioma Português

Comentários (0)

Fazer um comentário

Seu Nome:


Seu Comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim           Bom

Digite o código da imagem:



Wildcard SSL Certificates
Criado com OpenCart
Martyria Cursos e Editora © 2017 - Opencart Themes by Yoocart.net